CURSO DE FORMAÇÃO DE OFICIAIS - ES CFOINT/CFOINF 2014 (Seleção interna)

AVISOS INTERNOS

>>> O requerimento de inscrição, anexo "C" às Instruções Específicas deverá ser impresso, preenchido, assinado pelo candidato e encaminhado para a AFA (Corpo de Cadetes), no caso de ex-cadete, e para a EPCAR (Corpo de Alunos), no caso de ex-aluno do CPCAR, conforme endereço especificado abaixo:


1) Ex-cadete da AFA

ACADEMIA DA FORÇA AÉREA
A/C CORPO DE CADETES DA AERONÁUTICA
ESTRADA DO AGUAÍ, S/Nº - PIRASSUNUNGA-SP - CEP: 13.643-000
TELEFAX: (19) 3565-7281


2) Ex-aluno da EPCAR

ESCOLA PREPARATÓRIA DE CADETES-DO-AR
A/C CORPO DE ALUNOS
RUA SANTOS DUMONT, 149 - SÃO JOSÉ - BARBACENA-MG - CEP: 36.205-058
TELEFAX: (32) 3339-4078


Missão da AFA

A Academia da Força Aérea tem como missão formar Oficiais de Carreira da Aeronáutica dos Quadros de Oficiais Aviadores (CFOAV), Intendentes (CFOINT) e de Infantaria da Aeronáutica (CFOINF), desenvolvendo em cada cadete os atributos militares, intelectuais e profissionais, além dos padrões éticos, morais, cívicos e sociais, obtendo-se, ao final deste processo, Oficiais em condições de se tornarem líderes de uma moderna Força Aérea


Academia da Força Aérea

Para outras informações, visite o site da Academia da Força Aérea Brasileira.

Público Alvo

O presente Exame destina-se a selecionar:

a) ex-Cadetes do Curso de Formação de Oficiais Aviadores (CFOAV) da Academia da Força Aérea (AFA), desligados, nos dois últimos anos, por terem sido julgados inaptos para a pilotagem militar ou, em inspeção de saúde, incapazes para as atividades aéreas, porém, aptos para o serviço militar; e
b) ex-Alunos do CPCAR que tenham concluído com aproveitamento o 3° ano do CPCAR, nos dois últimos anos, que tenham sido julgados inaptos no Teste de Aptidão para a Pilotagem Militar (TAPMIL) ou julgados incapazes para a atividade aérea, em Inspeção de Saúde, porém aptos para o serviço militar.

Situação durante o curso

O candidato, no momento da matrícula, mediante ato do Comandante da AFA, passa à situação de Cadete da Aeronáutica (Praça Especial, conforme a Lei nº 6.880, de 9 de dezembro de 1980 – Estatuto dos Militares), a ser mantida durante o Curso de Formação.


O Cadete da Aeronáutica é militar da ativa, com precedência hierárquica prevista no Estatuto dos Militares.


Durante a realização do Curso, o Cadete estará sujeito ao regime escolar da AFA e fará jus à remuneração fixada na legislação específica, além de alimentação, alojamento, fardamento, assistência médico-hospitalar e dentária, exclusivamente para si.

Fundamentação Normativa

As presentes Instruções encontram-se fundamentadas na Constituição Federal (1988); no Estatuto dos Militares (Lei nº 6.880, de 9 de dezembro de 1980); na Lei do Serviço Militar (Lei nº 4.375, de 17 de agosto de 1964); na Lei nº 12.464, de 4 de agosto de 2011; nas Instruções Gerais para os Exames de Admissão e de Seleção gerenciados pelo Departamento de Ensino da Aeronáutica, aprovadas pela Portaria DEPENS nº 345/DE-2, de 30 de novembro de 2009; publicadas no Boletim do Comando da Aeronáutica (BCA) nº 228, de 8 de dezembro de 2009 e republicadas no BCA nº 31, de 17 de fevereiro de 2010; e no Diário Oficial da União nº 35, de 23 de fevereiro de 2010; nas Instruções Complementares para os Exames de Admissão e de Seleção gerenciados pelo Departamento de Ensino da Aeronáutica, aprovadas pela Portaria DEPENS nº 346/DE2, de 1º de dezembro de 2009; e publicadas no BCA nº 229, de 9 de dezembro de 2009; e no Diário Oficial da União nº 35, de 23 de fevereiro de 2010; e na Portaria nº 1445/GC3, de 13 de agosto de 2013.

Site desenvolvido pela Comissão Especial de Exames de Admissão e Seleção © Programador: SGT MARQUES